Rotina

Sim, assumo. Troco palavras, leio sinônimos em vez de antônimos, troco vírgula por dois pontos, crio acento grave no lugar de agudo, chamo o circunflexo de TIL, sinto-me culpada por editar sempre o que escrevo e mania de louca de ter dedos nervosos e impulsivos.

Anúncios

tumblr_m00676gioP1qmo224o1_500

Evite o uso didático: o objetivo de um texto de literatura infantil não é ensinar nem dar lições de moral. A própria trama da história serve como testemunho, e não as considerações acrescentadas pelo “educador”.

Para criticar o sistema educacional de sua época, o escritor inglês Lewis Carrol lançava mão da sátira, dotando com algumas características típicas os personagens que acompanhavam a menina Alice – A Lagarta que formula perguntas sem respostas e a Rainha Vermelha que submete Alice a exames infernais são os professores, bem omo Humpty Dumpty, que distorce as palavras sempre em seu próprio benefício.

DICA: Provoque a criança a buscar suas próprias respostas

Confira alguns vídeos bacanas sobre o assunto:



tumblr_lvl1a4YbjO1qm8uqio1_500A infância é um período especial na vida do indivíduo. Compreender a fabulação da criança é imprescindível, se você quiser escrever literatura infantojuvenil. De modo especial, você precisa saber que o que é verdadeiro na visão do adulto não é necessariamente na visão da criança. A criança transforma a realidade em fantasia, e a fantasia em realidade, ao passo que, no mundo adulto, definimos como mentira uma alteração voluntária e consciente da verdade.


Citação do livro: Escrever para crianças. Autora:Silvia Adela Kohan


Onde encontrar: Livraria Saraiva R$ 22,00